Em meio ao conturbado cenário econômico, franchising cresce 7,6% no primeiro trimestre do ano

Franchiising

Pesquisa realizada pela ABF constatou o aumento no faturamento das redes em comparação com o ano anterior.

R$ 33,709 bilhões. Esse foi o número atingido no faturamento das franquias no primeiro trimestre de 2016 – em comparação com o mesmo período em 2015 –, onde foi alcançado R$ 31,331 bilhões. A pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) verificou que muito desse aumento deve-se ao Ticket médio e promoções para atrair consumidores em um cenário econômico abalado, de certo modo.

O franchising é um setor que aplica indicadores de desempenho e os acompanha constantemente, tomando medidas para preservar sua operação. E foi isso o que ocorreu no primeiro trimestre. Frente a um cenário dos mais desafiadores, as redes buscaram alternativas, das quais destacamos promoções, campanhas de incentivo, revisão de mix de produtos, renegociação com fornecedores, identificação de novos mercados e até o desenvolvimento de novos modelos de negócios”, afirma a presidente da ABF, Cristina Franco.

Um indicativo da eficácia e do bom desempenho é a variação de 12 meses, onde o setor apresenta consistência em comparação com outros mercados. “A natureza colaborativa do franchising, em que ambas as partes buscam conjuntamente o desenvolvimento do negócio, confere maior resiliência ao nosso sistema. Somos um dos últimos setores a entrar na crise e um dos primeiros a sair. A capacidade de inovação também é outro fator chave. Mesmo em nosso atual momento, novos negócios e novos empreendedores continuam a movimentar o setor”, destaca Cristina.

Crescimento

Segundo o levantamento, além do aumento na receita, o setor registrou, em um comparativo com o ano passado, um índice de expansão de 2,9%, totalizando 141.254 unidades. Além disso, 108 novas marcas entraram para o mercado do franchising nesses primeiros quatro meses do ano.

Mesmo que de forma mais conservadora, notamos que as redes mantêm seus planos de expansão, buscando, inclusive, mercados menos explorados e pontos comerciais em melhores condições. Também notamos um crescente interesse por modelos mais compactos ou que demandam menor investimento inicial”, afirma Claudio Tieghi, diretor de inteligência de mercado da ABF.

Acessórios Pessoais e Calçados (15%), Lavanderia, Limpeza e Conservação (15%), Serviços Automotivos (13%), Negócios, Serviços e Outros Varejos (12%) e Esporte, Saúde Beleza e Lazer (12%) foram os segmentos que mais apresentaram crescimento.

Publicado em Franquias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Insira seu e-mail para seguir esse blog e receber nossas novidades.

Junte-se a 2.322 outros seguidores

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
Gigatron Franchising
(18) 98132-8386
Segunda a Sexta das 08:00 as 18:00
e-mail: comercial@gigatron.com.br
%d blogueiros gostam disto: