Quem sonhou grande antes do sonho grande

Walton650

O que torna alguém grandioso é a sua humildade em reconhecer que o seu sucesso foi construído a partir de outras pessoas. “Se vi mais longe, foi por estar de pé sobre ombros de gigantes’, disse certa vez Isaac Newton a respeito das suas descobertas. E se atualmente milhares de brasileiros buscam inspiração nos aprendizados do sonho grande de Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, é porque eles também estiveram nos ombros de gigantes. E reconhecem isso.

No prefácio da edição brasileira do livro Sam Walton: Made in America (Campus, 1993), eles contam como conheceram a pessoa mais rica do mundo na época. O trio, que tinha comprado as Lojas Americanas, enviou cartas a todos os grandes varejistas do mundo, pedindo para visitá-los. Sam Walton foi um dos poucos que responderam. No dia combinado, foi buscá-los no pequeno aeroporto de Bentonville, no estado do Arkansas, onde fica a sede da Walmart. Os brasileiros ficaram impressionados: a pessoa mais rica do mundo não só tinha ido buscá-los pessoalmente, mas em seu próprio carro, uma pick-up velha, levando consigo seu cachorro. Quando foram recebidos em sua casa, descobriram que teriam que retirar os pratos do jantar e lavá-los, pois a família não tinha empregados.

As lições que achavam que teriam com o gigante do varejo mundial começaram aí. Por mais que a Walmart receba críticas atualmente, a trajetória de Sam Walton é curso obrigatório para qualquer empreendedor que sonhe grande. Afinal, ele soube construir a maior empresa do mundo a partir de um capital inicial emprestado pelo sogro, e cresceu inicialmente em cidades pequenas, onde nenhuma das grandes do setor tinha interesse em atuar.

Mais tarde, seus 10 mandamentos seriam seguidos por diversos empreendedores ao redor do mundo, inclusive os nossos, que tornaram seus sonhos grandes realidades. Desta forma, se ainda sonha grande, vale a pena refletir sobre alguns ensinamentos de Walton.

1. Comprometa-se com seu negócio Acredite nele mais do que qualquer outra pessoa. Se amar o que faz, fará o melhor que puder todos os dias, e logo todos ao seu redor também compartilharão da sua paixão.

2. Divida seus lucros com todos os seus associados Trate-os como parceiros. Em troca, também o tratarão da mesma forma e, juntos, atingirão resultados muito além das suas expectativas.

3. Inspire seus parceiros Dinheiro e participação não são suficientes. Estabeleça grandes objetivos, encoraje a competição interna e mensure. Faça apostas atreladas a recompensas malucas.

4. Comunique tudo o que puder para os seus associados Quanto mais souberem, mais compreenderão. E, quanto mais entenderem, mas se preocuparão. Uma vez que eles passem a se preocupar com a empresa, nada os deterá. O ganho que você tem empoderando seus associados é maior do que o risco desta informação chegar aos seus competidores.

5. Aprecie qualquer coisa que os seus associados façam Nada pode substituir palavras de estímulo sinceras, bem escolhidas e no momento correto. Elas não custam nada, mas valem uma fortuna.

6. Celebre os sucessos e aja com humor nos fracassos Não se leve tão a sério. Relaxe e todos ficarão mais tranquilos. Divirta-se e sempre mostre entusiasmo.

7. Ouça todos na sua empresa Descubra formas de mantê-los falando. As pessoas na linha de frente, que, de fato, falam com os clientes, são as que realmente conhecem o que está acontecendo. É melhor descobrir o que eles sabem.

8. Exceda a expectativa dos consumidores Se fizer isto, voltarão. Ofereça o que querem e um pouco mais. Faça com que saibam que se preocupa com eles. Faça o correto quando errar: não dê desculpas, peça desculpas. Seja responsável por tudo o que faz. Satisfação garantida fará toda a diferença.

9. Controle seus gastos melhor do que a concorrência Essa será sempre a sua vantagem. Se tiver uma operação eficiente, poderá cometer muitos erros e ainda assim se recuperar. Mas, se tiver uma operação ineficiente, poderá ser brilhante e ainda falir.

10. Nade contra a correnteza Vá para o outro lado. Ignore a sabedoria convencional. Se todos estão indo na mesma direção, há uma boa chance de encontrar seu nicho fazendo justamente o oposto.

E ainda resta o mandamento pessoal de Sam Walton, quase que totalmente esquecido atualmente: “Se quer um negócio de sucesso, seu pessoal deve entender que você trabalha para eles, e não que eles estão trabalhando para você”. Muitos podem acreditar que as regras de Walton não passam de um sonho. Mas os que sonham grande acordam todos os dias e botam pra fazer!

Fonte: Marcelo Nakagawa – Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Marcado com: , ,
Publicado em Franquias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Insira seu e-mail para seguir esse blog e receber nossas novidades.

Junte-se a 2.321 outros seguidores

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
Gigatron Franchising
(18) 98132-8386
Segunda a Sexta das 08:00 as 18:00
e-mail: comercial@gigatron.com.br
%d blogueiros gostam disto: