Inventor do mouse morre aos 88 anos nos Estados Unidos

Douglas Engelbert, em foto de 2008 Foto: Alex Handy / Wikimedia
Douglas Engelbert, em foto de 2008
Foto: Alex Handy / Wikimedia

O inventor americano Douglas Engelbart, que ficou conhecido por ter inventado o primeiro modelo do mouse de computador, morreu na noite de terça-feira, aos 88 anos, de insuficiência renal. Engelbart foi pioneiro em muitas tecnologias no Vale do Silício, principalmente na interação entre homem-computador, incluindo a criação de hipertexto e seu trabalho em interfaces gráficas. O cientista morreu em casa, em Atherton, no Vale do Silício. As informações são do site TechCrunch.

Nascido no estado de Oregon, Engelbart se instalou na Califórnia e se tornou pesquisador do Stanford Research Institute, após realizar estudos de engenharia elétrica e de informática nos anos 1950, quando um computador podia ocupar vários cômodos.

Seu trabalho contribuiu para os fundamentos da informática moderna. As pesquisas de Engelbart levaram às vídeo e teleconferências, ao e-mail, às “janelas” e aos textos de informática, embora seu nome tenha ficado associado, sobretudo, à criação do “mouse”.

“Eu comecei a fazer anotações para o mouse em 1961. Na época, o dispositivo popular para apontar na tela era uma caneta de luz, que tinha saído do programa de radar durante a guerra. Era a maneira padrão de navegar, mas eu não achava muito bom. Montamos nossas experiências e o mouse ganhou em todas as categorias, embora nunca tivesse sido usado antes. Ele foi mais rápido, e com isso as pessoas cometeram menos erros”. afirmou ele em entrevista à revista Wired em 2004.

“Cinco ou seis pessoas se envolveram nesses testes, mas ninguém consegue se lembrar quem começou a chamá-lo de mouse. Estou surpreso que o nome pegou”, afirmou à época. 

Primeiro mouse foi construído em 1964 Foto: Stanford Research Institute / Divulgação
Primeiro mouse foi construído em 1964
Foto: Stanford Research Institute / Divulgação

O primeiro protótipo do mouse foi construído no Stanford Research Institute (SRI) em 1964. O aparelho tinha rodinhas de metal que faziam a conversão do movimento do mouse para o movimento do cursor na tela. A patente, de propriedade de Engelbart,foi apresentada em 1967 e obtida em 1970.

Durante um congresso, em 9 de setembro de 1968, diante de uma plateia de cerca de mil pessoas em San Francisco, o engenheiro fez a primeira apresentação em videoconferência com a ajuda de um “mouse”. O evento fez história na informática.

O SRI licenciou a tecnologia do mouse para a Apple, Xerox e outras companhias. O mouse se tornou comercialmente viável em 1984, três anos antes da expiração da patente.

Engelbart deixa quatro filhos, nove netos, e sua segunda esposa, com quem se casou em 2008.

fonte: terra

Rede de franquias em tecnologia

Publicado em Noticias de TI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Insira seu e-mail para seguir esse blog e receber nossas novidades.

Junte-se a 2.322 outros seguidores

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.
Gigatron Franchising
(18) 98132-8386
Segunda a Sexta das 08:00 as 18:00
e-mail: comercial@gigatron.com.br
%d blogueiros gostam disto: